Posts

Receitas para Mueller Fogões

Lombo de porco defumado com chucrute bavaria e purê de batata:

Salmão curado em sal e ervas com queijo quark e panquecas de batatas:

fotografias: Michel Téo Sin / food styling: Heiko Grabolle / cliente: Mueller Fogões

O chef alemão Heiko Grabolle elaborou receitas para a empresa Mueller Fogões, patrocinador do 6º Festival Gastronômico (Winterfest) em Pomerode SC. Além de produzirmos as fotografias dos pratos, o Heiko também os apresentou ao público no stand da empresa no festival.

Sopa de marisco


fotografia: Michel Téo Sin / food styling: Heiko Grabolle

Esta fotografia de Sopa de marisco, para a TopMed Magazine parece simples, porém tínhamos os seguintes requisitos:

  • Área limpa com ambientação para aplicação do texto
  • Brilho na sopa, porém sem estourar a imagem
  • Mostrar os mariscos na sopa

Em todo trabalho é sempre importante saber os requisitos a serem seguidos pois guiam os estudos, testes e produção da imagem.

Um pouco de fotografia


clique para ver maior

Como vocês já viram, no post “Um pouco de food styling”, produzimos a fotografia de um típico prato alemão, chucrute com lingüíca e costela de porco.

Na parte fotográfica foram utilizadas três luzes, onde duas (posição 4:00 e 12:00) eram difusas (com softbox) e uma de luz direta (com snoot) foi colocada na posição 10:00. A luz direta serviu para dar brilho e valorizar a textura da superfície da costelinha, a luz difusa na posição 4:00 para dar brilho na lingüíça e a difusa em 12:00 para iluminar o resto.

Receita alemã para Senior Sistemas


fotografia: Michel Téo Sin / food styling: Heiko Grabolle / cliente: Senior Sistemas

A Senior Sistemas convidou o chef alemão Heiko Grabolle para elaborar uma receita típica alemã para apresentação no Evento de Relacionamento Senior Ein Prosit. O evento Ein Prosit é uma mini Oktoberfest que leva ao público tradições e um pouco da cultura alemã de Blumenau.

O chef alemão Heiko Grabolle apresentou a receita nas 10 cidades do evento, onde após cada apresentação os participantes ganharam um kit brinde da empresa. Produzimos a fotografia do Hackepeter para ilustrar a receita que fazia parte do brinde.

O Hackepeter é um prato servido em grandes quantidades e por ser desconhecido no Brasil, foi feita uma releitura para deixá-lo visualmente mais atraente aos olhos das pessoas que não conhecem a receita.

O objetivo da fotografia foi transmitir o frescor e leveza do Hackepeter explorando cores, brilhos e texturas.

Workshop de Fotografia de Comida

© Michel Téo Sin / Heiko Grabolle © Michel Téo Sin / Heiko Grabolle
fotografia: Michel Téo Sin / food styling: Heiko Grabolle

Por causa dos e-mails recebidos desde o início do blog, estamos estudando as possibilidades de realizar um workshop sobre fotografia de gastronomia.

Gostaríamos da ajuda de vocês, com sugestões de assuntos a serem abordados e locais/cidades para a realização dos workshops. Mandem e-mail para contato@fotografiadecomida.com.br

Obrigado!

Vitare Alimentos


fotografia: Michel Téo Sin | food styling: Heiko Grabolle | cliente: Vitare Alimentos

Como já falamos no post “Hamburguer“, fotografamos hamburguers/sanduíches para as empresas Mangger e Vitare.

O envolvimento do Heiko com estes produtos vai além do food styling para produção das fotografias. Ele também desenvolveu os molhos dos sanduíches, como você pode conferir aqui.

Os produtos já estão à venda nos supermercados Ponto Bom e Pão de Açúcar nas cidades de Joinville, Curitiba e São Paulo.

Efeito contrário


Foto: Autor desconhecido. Fonte: fotosearch.com

Assim como uma boa fotografia de comida atiça o apetite e pode dar água na boca, uma má fotografia pode dar nojo e fazer com que um prato gostoso não seja nada atrativo. É o que a Lígia Fascioni postou no seu blog. Confira clicando aqui

Imagine um prato com a seguinte descrição:

“O requintado e saboroso prato intitulado por ‘Filé Beef and Chips’ serve até 02 pessoas e leva 380gr. e 5cm. de carne macia que derrete na boca, conhecida como noix ou entrecôte (em francês), contrafilé de costela (em português) ou prime rib (em inglês), promete agradar o sofisticado paladar dos frequentadores da casa.”

Agora veja a foto que ilustra a descrição clicando no link abaixo:
Read more

Entender o que se está fotografando

_MG_0290_blog

fotografia: Michel Téo Sin | cliente: Bianco Lounge

Parece óbvio, mas para fotografar comidas, o fotógrafo deve entender a área da gastronomia.

Quando realizo uma refeição, sempre presto atenção no meu entorno enquanto estou na mesa esperando ou comendo. Presto atenção nos diversos elementos da experiência de fazer aquela refeição, como a decoração, o cheiro, o som, a temperatura, as pessoas, além de apreciar a aparência, cheiro, textura e sabor da comida.

A intenção é de desenvolver cada vez mais a minha bagagem em relação às minhas experiências gastronômicas para aplicá-las nos meus trabalhos fotográficos.

Isto é importante para você criar situações/soluções quando você tem uma diretriz para seguir, ou o cliente está em dúvida no que quer, e também quando você não tem diretriz nenhuma e precisa conceituar e criar o trabalho todo.

Fotografar comida

_MG_7375-Edit-2_blog-2
fotografia: Michel Téo Sin / food styling: Heiko Grabolle

Antes de iniciar um trabalho de fotografia de gastronomia, o fotógrafo deve conversar com o cliente e o food stylist e ter em mente pelo menos as seguintes informações para nortear o trabalho:

- A idéia/situação que a fotografia deve transmitir. Ex. refrescância, calor, salgado, doce, almoço, jantar, etc
- O produto/elemento principal e a finalidade da imagem. Ex. embalagem, editorial, publicidade, etc
- A característica mais marcante da comida. Ex. crocância, suculência, mistura de texturas, delicadeza, etc
- A(s) parte(s) do prato que merece mais destaque. Ex. recheio, cobertura, textura, etc

Estas informações ajudam o fotógrafo a definir a linguagem fotográfica da imagem, isto quer dizer, por exemplo, decidir se a luz é difusa ou direta, se toda a imagem estará em definição ou o foco será apenas em um lugar, se a composição é horizontal ou vertical, se a ambientação é simples ou cheia de ornamentos, entre outras coisas.

O trio fotógrafo-food stylist-cliente devem estar bem sintonizados para alcançar um trabalho eficaz.