Posts

Um pouco de fotografia


clique para ver maior

Como vocês já viram, no post “Um pouco de food styling”, produzimos a fotografia de um típico prato alemão, chucrute com lingüíca e costela de porco.

Na parte fotográfica foram utilizadas três luzes, onde duas (posição 4:00 e 12:00) eram difusas (com softbox) e uma de luz direta (com snoot) foi colocada na posição 10:00. A luz direta serviu para dar brilho e valorizar a textura da superfície da costelinha, a luz difusa na posição 4:00 para dar brilho na lingüíça e a difusa em 12:00 para iluminar o resto.

Fotografia de Panetone II

Panetone Bunge
fotografia: Michel Téo Sin | food stylist: Heiko Grabolle | cliente: Bunge Alimentos

Vou aproveitar e também falar de Panetones. Parece simples, mas produzir panetones para fotografias demanda muito cuidado e planejamento.

  • Opções para escolher: Você deve preparar pelo menos 3 panetones, para você ter opções para escolher o mais fotogênico exteriormente e também o com o melhor interior. O terceiro e (mais feio) fica de doador para remendos.
  • Remendos: Nem sempre o interior do panetone é perfeito e pode vir com grandes buracos indesejáveis. A solução é preencher estes buracos com partes do doador. Também é valido usar uma tesoura para aparar pontas e os próprios remendos.
  • Recheio: Quando você cortar a fatia, pode acontecer de que a parte escolhida não possua tanto recheio quanto as outras partes do panetone. A solução é fazer buracos e preencher com o recheio.
  • Elementos: Muitas vezes alguns elementos de decoração são bonitos individualmente, porém não interagem de uma boa maneira com o conjunto da cena. Tenha sempre uma variedade extra de objetos, além dos que foram definidos no briefing.

E siga as outras dicas para um bom trabalho.

Dicas para um bom trabalho

_MG_9508_blog

fotografia: Michel Téo Sin | food stylist: Heiko Grabolle | cliente: Bunge Alimentos

Preparar comida para uma fotografia não é fácil. É necessário ser extremamente detalhista, cuidadoso e interagir da melhor forma com o fotógrafo para tornar o trabalho divertido e leve. Trabalhar no estúdio é bem diferente do trabalho na cozinha, mas é igualmente necessário de um bom planejamento.

Seguem abaixo minhas 8 regras que uso para fotografar comida:

1. Fazer um briefing do trabalho com o fotógrafo e cliente

2. Estudar os pratos que serão fotografados

3. Estudar e conhecer os alimentos e elementos que são mais fotogênicos

4. Planejar e organizar seu mise en place

5. Preocupação com o frontside

6. Limpar e higienizar todas as louças e ambiente

7. Trabalhar rápido para que os alimentos não sofram mudanças de temperatura e aspecto

8. Trabalhar em equipe com o fotógrafo